Alongamento na Gestação

Para um corpo saudável, precisamos de músculos fortes e também flexíveis. E durante a gestação isso não é diferente!

Alguns benefícios dos alongamentos durante a gestação são:

  • Ganho flexibilidade
  • Menos cãibras
  • Melhor postura
  • Relaxamento dos músculos
  • Melhor circulação sanguínea
  • Preparação para outras atividades
  • Alívio de dores, principalmente ciática
  • No caso do alongamento do assoalho pélvico, ajuda durante a fase expulsiva do trabalho de parto

Os alongamentos devem ser sustentados por pelo menos 30 segundos e podem ser realizados diáriamente.

Pensando no alongamento do assoalho pélvico, uma ótima maneira de alongar essa musculatura é a posição de cócoras, além do uso do Epi-no no final da gestação.

É importante destacar alguns cuidados que devemos ter durante a realização dos alongamentos.

Durante a gestação, como já vimos em um post anterior, acontece uma frouxidão ligamentar global no corpo gestante, causando prejuízos no equilíbrio.

Por esse motivo é preciso cautela com a amplitude do movimento para evitar lesões. Cuidado também com alongamentos que necessitem de equilíbrio em uma perna só. É sempre importante está perto de algo que seja possível apoiar.

Além disso, alongamentos da região posterior de membros inferiores (isquiotibiais) e também da musculatura interna da coxa (adutores) devem ser realizados com cuidado. O excesso de alongamento desses grupos musculares pode aumentar a instabilidade pélvica ou a hipermobilidade, e consequentemente causar desconfortos.

 

Já fez alongamentos hoje???

 

 

 

 

logo-horizotal-rgb